Minha foto
Cidade fundada a partir de um seringal de nome Foz do Muru, no início do século XX. Em 1907 passou a ser vila. Anos depois, 24 de Abril de 1913, foi elevada à categoria de cidade. Até 1943 o município se chamou SEABRA, quando então recebeu o nome TARAUACÁ, palavra indígena que quer dizer "rio dos paus ou das tronqueiras". O abacaxi gigante que a região produz, de até 15 kg, juntamente com as inúmeras tarauacaenses que venceram o concurso Miss Acre, Tarauacá ficou conhecida como “Terra da mulher bonita e do abacaxi grande”.

FOTOS ANTIGAS


Igreja de São José na cidade de Tarauacá, toda construída de madeira, e coberta quase totalmente com folhas de palmeira. (Nota de Antônio Teixeira Guerra, em 1955. Foto de Tibor Jablonsky - Biblioteca do IBGE)


Rua D. Constância de Menezes (Foto de Tibor Jablonsky - Biblioteca do IBGE)


Rua principal de Tarauacá (Foto de Tibor Jablonsky - Biblioteca do IBGE)


Aeroporto de Tarauacá (Crédito: Biblioteca do IBGE)


Banco de Crédito da Amazônia S.A. em Tarauacá. Arquivo Fotográfico Ilustrativo dos Trabalhos Geográficos de Campo.


Antiga Capela de São Francisco, no bairro de Copacabana.


Casas da Colônia Marechal Hermes (Foto de Tibor Jablonsky - Biblioteca do IBGE)


Casa de colono na Colônia Marechal Hermes (Foto de Tibor Jablonsky - Biblioteca do IBGE)


Casa de madeira em Tarauacá (Foto de Tibor Jablonsky - Biblioteca do IBGE)


Tarauacá em 1962 (Crédito: Rodrigo de Azevedo Barbosa)



Grupo Escolar João Ribeiro, o mais antigo da cidade. Foi instalado em 20 de abril de 1921 pela professora Ernestina de França Cardoso, sua primeira diretora.


Foto de Hernondino Chagas - Biblioteca do IBGE
Foto de Hernondino Chagas - Biblioteca do IBGE


Foto de Hernondino Chagas - Biblioteca do IBGE


Prédio onde, por mais de 70 anos, funcionou o Fórum da Comarca de Tarauacá, criada em 1913, sendo o primeiro juiz o Dr. Djalma de Mendonça, substituído, em 1915, pelo Dr. Matias Olímpio de Melo. (Informação e foto em FILHO, José Higino de Sousa. A luta contra os astros. Recife: SENAI, 1994. p.233).


Mercado Público, construído em 1931 pelo prefeito capitão Hipólito de Albuquerque e Silva. A obra, que esteve a cargo do mestre Sebastião Alves Maia, considerado um verdadeiro artista na profissão, se compunha de dois compartimentos destinados a açougue e um espaço destinado ao comércio. No local, hoje, existe um hotel, o Tarauacá Palace Hotel. (Informação e foto em FILHO, José Higino de Sousa. A luta contra os astros. Recife: SENAI, 1994. p.112).


Chata Campinas ou Sorocaba. (Crédito: Blog Tarauacá Notícias)


Navio Bandeira, da Firma Leal Maia, onde hoje fica o porto do Leal Maia. (Crédito: Blog Tarauacá Notícias)


Chata Itacoatiara (Crédito Blog Tarauacá Notícias)


Comemoração cívica diante da Prefeitura, em 1940. (Crédito: Memorial dos Autonomistas)


Antiga fachada da prefeitura e teatro municipal. (Foto de Eirisan - Biblioteca do IBGE)


Cadeia Pública, construída em 1920, pelo capitão Agnelo de Souza, então comandante da Companhia Regional, instalada em 11 de junho de 1916 pelo capitão do exército Eugênio Augusto Terral, seu primeiro comandante. (Informação e foto em FILHO, José Higino de Sousa. A luta contra os astros. Recife: SENAI, 1994. p.234).


Destacamento da Força Policial do município, em comemoração ao Dia da Pátria, no ano de 1949.


Prédio onde funcionou a Prefeitura de Tarauacá até os anos sessenta. Ao lado, o Teatro Municipal. Perfilado, em frente, o Destacamento da Força Policial do município, em comemoração ao Dia da Pátria, no ano de 1949. (Informação em FILHO, José Higino de Sousa. A luta contra os astros. Recife: SENAI, 1994. p.111).
Rua Cel. Juvêncio de Menezes. (Foto de Tibor Jablonsky - Biblioteca do IBGE)
Rua Cel. Juvêncio de Menezes. (Legenda de R. Palazzo. Foto de Tibor Jablonsky - Biblioteca do IBGE)


Antiga Ponte do Comércio. (Crédito: super.abril.com.br)


Procissão em frente a Igreja Matriz de São José. (Crédito: super.abril.com.br)


Escola Omar Sabino de Paula, no Bairro Senador Pompeu. Abandonada, depois se tornou uma fábrica de gelo. Hoje é sede da Associação de Pescadores de Tarauacá. (Crédito Blog Tarauacá Notícias)


Antiga Escola Omar Sabino de Paula. (Crédito Blog Tarauacá Notícias)


Antiga sede da Maçonaria, na rua Cel. Juvêncio de Menezes. (Crédito Blog Tarauacá Notícias)


Rua Cel. Juvêncio de Menezes. (Crédito Blog Tarauacá Notícias)


Inauguração do BASA. (Crédito Blog Tarauacá Notícias)


Bamco de Crédito da Amazônia S.A. (Crédito Blog Tarauacá Notícias)


Igreja de São José, em madeira. (Crédito: Blog Tarauacá Notícias)


Antiga Farmácia do Jofre Catão. (Crédito: Blog Tarauacá Notícias)


A antiga Farmácia do Jofre Catão situava-se (seta verde) na antiga ponte do comércio, ponte esta, construída pelo Mestre Benício. Um pouco mais adiante ficava as CASAS PERNAMBUCANAS em Tarauacá. (Crédito: Blog Tarauacá Notícias)
Sede da Fazenda Corcovado situada num terraço de 200 metros de altura, e a pouca distância da margem direita do rio Tarauacá. A casa é toda construída de meadeira, e não está apoiada diretamente no solo e sim sobre estacas. Na parte interior da casa temos uma pequena parede de tijolos revestidos, e o telhado é todo feito com telhas do tipo francês. (Nota de Antônio Teixeira Guerra, em 1955. Foto de Tibor Jablonsky - Biblioteca do IBGE)


Seringal Estirão, no rio Muru, em Tarauacá. Propriedade de Francisco Santos. Possuía armazéns, escritório e estabelecimento. O fundo era de frente para o rio. Fotografia presente no Relatório do Governador Hugo Carneiro.



Seringal Estirão, no Rio Muru, em Tarauacá. Interior do estabelecimento de propriedade de Francisco Santos. Fotografia presente no Relatório do Governador Hugo Carneiro.
Rua Cel. Juvêncio de Menezes. (Crédito: Blog Tarauacá Notícias)


Antigo prédio do MOBRAL. (Crédito: Blog Tarauacá Notícias)
Desfile escolar na década de 50. (Crédito: Blog Tarauacá Notícias)


Primeira ponte sobre o Igarapé Pirajá. (Crédito: Blog Tarauacá Notícias)
Chegada de autoridades. (Crédito: Blog Tarauacá Notícias)


Avião Tarauacá. (Crédito: Blog Tarauacá Notícias)


Avião Barão de Mauá, de propriedade do Governo do Território do Acre. (Crédito: Blog Tarauacá Notícias)


Antiga Capela do Seringal Paraíso, no Rio Muru.
Residência de Dona Álbia Pinheiro, onde hoje fica o BASA. (Crédito: Blog Tarauacá Notícias)
Capela de São Francisco, no bairro de Copacabana.

Praça da Bandeira. (Crédito: Blog Tarauacá Notícias)
Rua Cel. Juvêncio de Menezes. (Foto cortesia Reginaldo Palazzo)

Desfile. (Foto cortesia Reginaldo Palazzo)

José Galera do Santos, o Carrapicho, que dá nome ao aeroporto de Tarauacá. (Foto cortesia Reginaldo Palazzo)


Histórica passagem da aviadora Ada Rogato por Tarauacá. Na foto, Ada segura a imagem de uma santa que levava em suas viagens,  ao lado do Padre Edson. Entre outras proezas, Ada Rogato foi a maior recordista de voos solitários sobre o Brasil e as três Américas, da Terra do Fogo ao Alasca. Foi, também, a primeira piloto a cruzar, em voo solitário, a Amazônia. (Foto cortesia Reginaldo Palazzo)

Desfile Cívico passando pela Av. Antônio Frota, ainda sem os tradicionais jambeiros. (Foto cortesia Reginaldo Palazzo)

Desfile 7 de Setembro, em 1971. (Foto cortesia Reginaldo Palazzo)

Fazenda São José, de José Higino. (Foto cortesia Reginaldo Palazzo)


Entijolamento da rua que dá acesso ao Porto do Leal Maia. (Foto cortesia Reginaldo Palazzo)

Praça Tarauacá, no centro. (Foto cortesia Reginaldo Palazzo)

Desfile cívico de estudantes. (Foto cortesia Reginaldo Palazzo)
Atual avenida Antônio Frota (Crédito: Blog Tarauacá Notícias)

Atual avenida Antônio Frota (Crédito: Blog Tarauacá Notícias)

Atual avenida Antônio Frota (Crédito: Blog Tarauacá Notícias)

Atual avenida Antônio Frota, em frente à escola Plácido de Castro. O terreno baldio é onde hoje fica a quadra de esporte da escola. (Crédito: Blog Tarauacá Notícias)



<< O Blog faz um agradecimento especial a Reginaldo Palazzo, dono do maior acervo iconográfico antigo de Tarauacá, e que gentilmente nos cedeu a maior parte das fotografias acima. Aos reprodutores das imagens, favor citar a fonte. >>

6 comentários:

Sara disse...

É interessante saber o que acontece, é sempre bom saber essas coisas, eu espero que quando você sair do trabalho hoje para ir procurar essas coisas os restaurantes em higienópolis

Rosa Onofre disse...

Fico emocionada em ver as fotos da cidade onde nasci, amo esse lugar

casanova disse...

uma pena não ter visto foto da taquarina

Lucilene Acácio disse...

Parabens pelo blog! Foi muito bom ver fotos tão antigas da minha terra e poder mostrá - las aos meus filhos.

Antonio Duarte disse...

Parabens pelo trabalho....vc teria informações sobre a familia de avelino leal , pai de albanir leal?


Eddie Riverine disse...

Para qual endereço envio fotos de 1972 ?

Seguidores